Gifs animados
MAC OS - Apple
Parabéns Mac OS X, 10 anos de vida!

Há dez anos, a Apple lançava um sistema moderno e robusto com uma interface inovadora. No dia 24 de março de 2001, a Apple lançava o Mac OS X em uma arriscada transição do antigo sistema Mac OS 9, conhecido logo em seguida como Classic. O Mac OS X foi baseado em outro sistema operacional, batizado de NeXTSTEP, adquirido pela Apple em 1996 através da aquisição da NeXT Computer - empresa criada por Steve Jobs após sua saída da Apple. O NeXTSTEP era considerado um sistema moderno com características do Unix, e trazia ao Mac uma das características mais criticadas do Mac OS, que era a multitarefa “preemptiva”. Antes do Mac OS X, o sistema utilizava um outro método multitarefa denominado “cooperativo”, dependente de uma cooperação dos aplicativos. O modelo “preemptivo” impede que um aplicativo tome o controle do hardware, evitando o travamento do sistema causado por uma determinada falha. Outra característica que o Mac OS Classic não apresentava e que era alvo de críticas era a memória protegida, que também era motivo de travamentos. O Mac OS X recebeu o nome de um felino a cada versão: 10.0 Cheetah, 10.1 Puma, 10.2 Jaguar, 10.3 Panther, 10.4 Tiger, 10.5 Leopard, o atual 10.6 Snow Leopard, e a próxima versão 10.7 Lion. Muitas das tecnologias presentes no Mac OS X surgiram no Mac OS X Server 1.0, lançado em 1999. No ano seguinte, a Apple lançou a primeira versão beta do Mac OS X 10.0. Para suavizar a transição entre o Classic e o Mac OS X, a Apple implementou o Carbon, uma interface que permitia rodar aplicativos do Mac OS 8/9 de forma transparente para o usuário. Uma das características que mais recebeu destaque, foi a nova interface Aqua com seus elementos translúcidos e efeitos. Visualmente, suas características originais foram descartadas ao longo das versões, restando apenas elementos conceituais. 

Postado por Cláudia Goes

Macintosh - Sistema de arquivos

Estes sistemas de arquivos têm sido o sistema de arquivos padrão do Apple Macintosh :

Macintosh File System ( MFS ) é um volume de formato (ou disco do sistema de arquivos ), criado pela Apple Computer para armazenar arquivos de 400K em disquetes . MFS foi introduzido com o Macintosh 128K em janeiro de 1984 .

MFS foi notável, tanto para a introdução de garfos de recursos para permitir o armazenamento de dados estruturados e, para armazenarmetadados necessários para apoiar a interface gráfica do Mac OS . MFS permite nomes de arquivo a ser até 255 caracteres de comprimento, embora Finder não permite aos usuários criar nomes com mais de 63 caracteres (31 caracteres em versões posteriores).MFS é chamado de sistema de arquivo plano , porque ele não suporta uma hierarquia de diretórios .

Pastas existia como um conceito sobre o MFS, Macintosh original, mas trabalharam de forma completamente diferente da maneira como eles fazem em sistemas modernos. Eles eram visíveis no Finder janelas, mas não nos abrir e guardar as caixas de diálogo . Havia sempre uma pasta vazia no volume, e se ele foi alterado de alguma forma (como, adicionando ou renomear arquivos), uma nova pasta vazia que parece, proporcionando assim uma forma de criar novas pastas. MFS armazenados todos os arquivos e informações de listagem de diretórios em um único arquivo. O Finder criou a ilusão de pastas, por armazenar todos os arquivos como um manipulador de diretório / arquivo identificador par. Para exibir o conteúdo de uma pasta especial, MFS iria verificar o diretório para todos os arquivos em que atua. Não houve necessidade de encontrar um arquivo separado contendo a listagem do diretório.

O Macintosh File System não suportam volumes superiores a 20 megabytes de tamanho, ou cerca de 1.400 arquivos. Embora esta seja pequena por padrões de hoje, ele parecia muito expansivo quando todos os Apple Macintosh computadores na época tinha um 400 kilobyteunidade de disquete.

A Apple apresentou Hierarchical File System como um substituto para MFS em setembro de 1985 . No Mac OS 7.6.1 , a Apple removeu o suporte para gravar em volumes MFS [1] , e no Mac OS 8.1 suporte para volumes MFS foi removida completamente. Embora o Mac OS Xnão tem suporte embutido para MFS, um exemplo VFS plug-in da Apple chamado MFSLives fornece acesso somente leitura para volumes MFS.

Postado por Cláudia Goes

CONFIRA A EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES MAC DA APPLE


Postado por Cláudia Goes

CONFIRA A EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES MAC DA APPLE

Postado por Cláudia Goes

Produção do iPad no Brasil começará em breve

A Folha informou hoje no seu site algo que pra gente, demoraria anos. Contêiners já estão saindo da Ásia vindo ao Brasil para começar na fabricação do iPad. Isso ocorrerá na fábrica da Foxconn localizada em São Paulo na região de Jundiaí e Indaiatuba.

foxconn

Os produtos para montagem chegarão aqui em dois meses, tempo suficiente para o governo brasileiro acelerar sua burocracia agilizando nas políticas de incentivo.

Em uma pesquisa feita pela Apple Brasil, a média mensal de iPads vendidos é de 5.000. “Se combinadas com incentivos, até questões sensíveis, como mão de obra - 4,5 vezes mais cara que na China -, são resolvidas.”

 

“O futuro da produção dos produtos da Apple no Brasil pode depender do encontro de Dilma Rousseff com o líder global da Foxconn, Terry Gou, na China. Segundo a Folha apurou, está na pauta oficial reunião com Gou, que está interessado em trazer ao Brasil a produção de outros eletrônicos, incluindo o iPhone e o Mac.
Para fabricar os produtos, a Foxconn procura terreno em Jundiaí para montar nova unidade, na qual também poderia ser feito o iPad.
Procurada, a Apple não comenta a informação.”

Dica do Armando Camara Jr, via.

Fonte: http://www.itouchbr.com.br/2011/04/09/produo-do-ipad-no-brasil-comear-em-breve/

Postado por: Lys Urzúa :)

10 Curiosidades Sobre a Apple

1. Fundada em 1976.

2. Os fundadores foram Steve Jobs, Steve Wozniak e Ronald Wayne. Ronald é o menos conhecido de todos, possuía cerca de 10% da empresa logo no começo e um pouco mais adiante vendeu sua parte para os seus companheiros por U$$2.300.

3. Wayne desenhou o primeiro logo da Apple, elaborou o primeiro acordo de cooperação entre os três, escreveu o manual do Apple I e, surpreendentemente, nunca teve um equipamento Apple.

4. O logo original da Apple era Isaac Newton sentado debaixo de uma macieira.

5. A mordida que tem a maçã atualmente foi colocada para que as pessoas não confundissem a fruta com uma cereja.

6. Appel Computer passou a se chamar Apple Inc. em 2007, sinal de que a companhia queria expandir seus negócios para além dos computadores.

7. O primeiro Macintosh portátil pesava 7 kg. Os MacBook Air da atualidade pesam 1,3 Kg.

8. Macintosh é o nome de uma variedade de maçã.

9. A revista Fortune nomeou a Apple como a empresa mais admirada dos Estados Unidos no ano de 2008, e do mundo em 2008, 2009 e 2010.

10. Em uma prova de respeito ao meio-ambiente, os Macs incluem cabos de alimentação livre de PVC e telas com iluminação LED sem mercúrio.

Fonte: http://www.osabetudo.com/10-curiosidades-sobre-a-apple/

Postado por Lys Urzúa

Movimentos e animações

Formas mais práticas de interagir com o seu Mac.

Os movimentos Multi-Touch deixam tudo o que você faz no iPad mais fácil e intuitivo. E agora essa experiência Multi-Touch chega ao Mac. Aproveite os movimentos mais leves e realistas como o rolamento elástico, zoom de página e imagem e deslizamento em tela cheia. No Mac OS X Lion, cada movimento de deslizar, esticar e rolar parece mais dinâmico e

real.

Postado por: Bruno Raphael

Vem Novidade por aii…..

Estamos pegando tudo o que há de bom no iPad e trazendo para o Mac com Mac OS X Lion, disponível a partir do segundo semestre de 2011. Veja uma prévia dos principais recursos.

iOS encontra o Mac OS X em um bar…

Não me refiro a mais um protótipo perdido roubado pelo Gizmodo, mas à característica principal deste novo sistema. Ele terá muitas referências ao iOS, bem como havíamos previsto. O sistema todo será voltado para os gestos multi-toques que podem ser feitos nos trackpads de vidro,  Magic Trackpad ou Magic Mouse. Trará novidades como o Launchpad, aplicativos em tela cheia (de verdade, não como no Windows), Mission Control e a Mac App Store.

 

Launchpad

O Launchpad (imagem acima) é como a springboard  do iOS, onde você vê todos os seus aplicativos e jogos . No Lion será bem parecido, você poderá até criar as pastas, que se comportam exatamente iguais as do iOS. Estou encarando ele como uma melhoria absurda da minha stack Aplicativos, que costumo usar como “launcher” de qualquer programa.

Apps em tela cheia

Lembra quando você usava Windows? Normalmente os aplicativos todos ficavam em “tela cheia”? Esqueça. Tela cheia no Mac é realmente TELA CHEIA. Você terá todos os píxels de sua tela tomados pelos aplicativos que você mais gosta. A Apple demonstrou isso com o iPhoto; não vejo mais desculpa para ficar usando só uma “janelinha”, já que até pra enviar um email você não precisa mais sair do iPhoto.

Mission Control

Quem se impressionou ao ver a Apple lançando o Dashboard no 10.4 e o Spaces no 10.5, vai ter que catar os caquinhos no chão ao saber que a Apple unificou o Exposé, Dashboard, Spaces e adicionou os Apps em tela cheia ao Mission Control.

Com um só gesto você abre o Mission Control. Nele você tem acesso ao Dashboard, ao seu Desktop, aos aplicativos em tela cheia ou aos aplicativos normais, dispostos em pilhas quando possuem mais de uma janela aberta. É como se pegassem um pouco da essência do conceito de um “desktop 3D” mas sem a frescura toda do 3D.

Se você estiver em um App em tela cheia você pode fazer um gesto em seu trackpad ou mouse para o lado e você vê o outro aplicativo, ou seu Desktop, ou o Dashboard!

Fonte:http://appleaddicted.com.br/blog/2010/10/20/conheca-as-novidades-do-mac-os-x-lion/

Postado por : Bruno Raphael

Windows e Mac OS juntos: Parallels 6 em português chega ate o final do mês

Versão localizada do software será lançada no Brasil nas proximas semanas, com preço sugerido de R$ 179,00; usuários da versão em inglês podem fazer upgrade gratuito.

A produtora Parallels e a distribuidora Boxware anunciaram que a versão em português do programa parallels 6 (software que permite rodar Windows em um Mac) chega ao mercado brasileiro até o final deste mês. A edição 6 traz melhorias na segurança e promete boot 40% mais rápido, entre outras novidades.

Lançada em outubro do ano passado no País, a mais recente versão do Parallels Desktop para Mac possui apenas caixa e manual em português brasileiro, enquanto que o programa em si está em inglês.

Com a localização do produto, as empresas esperam aumentar a participação no País. “Atualmente, o Brasil representa 5% do mercado mundial do Parallels Desktop. Com essa versão em português, apostamos em um crescimento de cerca de 50%, chegando a algo em torno de mil unidades vendidas por trimestre”, afirmou o diretor internacional da Parallels, Carlos Capo, em entrevista à Macworld Brasil. De acordo com a empresa, o português brasileiro é o 12º idioma para o qual o programa é traduzido.

Inicialmente, a nova versão em português estará disponível online para que os consumidores que já adquiriram o Parallels 6 possam realizar o upgrade gratuito. Já a versão física do produto estará disponível para venda até o final de abril nas principais revendas autorizadas.

O Parallels 6 em português brasileiro terá o mesmo preço sugerido da versão “antiga”: 179 reais.

parallels6.png

Lançado em outubro apenas em inglês, Parallels 6 finalmente chega em português ao País

Fonte: http://macworldbrasil.uol.com.br/noticias/2011/04/05/windows-e-mac-os-juntos-parallels-6-em-portugues-chega-ate-o-final-do-mes/


Postado por: Mariana e Juliana

Software para Manutenção de Hardware

Definição: São programas que permitem aos usuários identificar e corrigir problemas potenciais. 

Lista de software para manutenção do hardware:

Everest Ultimate Edition: O Everest é uma ótima ferramenta de informações dehardware e software. Esse software ajuda bastante você descobrir os dispositivos de sua placa-mãe e com isso achar os drivers para ela entra muitas coisas mais!


AIDA32: Muito parecido com o Everest.

HDTUNE: Este software ajuda no diagnóstico de problemas no HD. Tem uma inteface muito simples de usar e faz um teste de superfície muito parecido com o Scandisk, mostrando o mapa do HD.

CPU-Z: Ótima ferramenta de diagnóstico que fornece informações do Processador (CPU), Placa-mãe, memória e cache.

Memtest86: Ótima ferramenta para diagnóstico da memória do computador. Pode ser usado com um cd de boot.

KillCMOS: Pequeno utilitário que limpa a BIOS direto do Windows. OBS. Alguns programas anti-vírus, detectam esse arquivo como um possível vírus, pois como ele limpa a memória da CMOS e existem vírus que fazem isso ele pode ser considerado um.

Chkcpu, Cpuidw, Cpuinfo, Cpuz, Ctp2info, Testcpu, Wcpuid e Whatcpuis: Identificar oprocessador instalado na máquina.


Ctbios: Identificar a placa-mãe do micro.


Ctpci: Identifica todos os dispositivos conectados ao barramento PCI da placa-mãe. Muito útil para descobrir chipsets desconhecidos.


Dimm_id: Identifica detalhes sobre os módulos de memória RAM instalados na
máquina.


Hwinfo: Identificar hardware. Muito útil para descobrir qual é o fabricante de sua placa-mãe, qual é o chipset, tipo de memória.


Osd: Verifica as freqüências de operação do seu monitor de vídeo.


PCConfig: Programa para identificar hardware. Muito útil para descobrir qual é o fabricante desua placa-mãe, qual é o chipset, tipo de memória, etc.


Pcilist: Testa as capacidades do barramento AGP de seu micro e lista os dispositivos PCI instalados.


Smbios: Mostra todas as informações de configuração atualmente programadas no BIOS do micro.

Postado por: Mariana

Software de Manutenção de Hardware

De maneira administrativa, poucas empresas gostam da ideia de gastar dinheiro em software de gestão de manutenção(CMMS). O departamento de manutenção é, por vezes simplesmente visto como um custo agregado ao negócio, numa economia difícil o departamento de manutenção está entre os primeiros a experimentar cortes orçamentais. Felizmente, o software de gestão de manutenção é uma ferramenta que pode ajudar a remodelar a imagem do departamento de manutenção, mostrando assim como a manutenção é importante para a empresa. Por exemplo, melhorar o desempenho do equipamento reduzindo o tempo de inactividade é uma função importante do departamento de manutenção. Isto pode ser feito seguindo a eficácia global do equipamento (OEE), que tem três componentes:

• Disponibilidade, ou a percentagem em tempo que um equipamento está pronto para trabalhar

• Utilização, qual é a classificação da máquina que está disponível no fabricante

• Taxa de qualidade, como é que o equipamento funciona. Em cada 100 horas de operação, quantas cumprem as normas e os requisitos da empresa? O software de gestão de manutenção pode poupar dinheiro à empresa, por exemplo, suponha que por cada hora de inactividade, a empresa perde 1.000€, visto que é comum que o equipamento esteja desligado durante algumas semanas a cada ano, assume-se então 100 horas de inactividade por ano.

Neste exemplo, a empresa vai perder 100.000€ nas 100 horas de inactividade do equipamento. Multiplique isso por as peças que poderiam ser produzidas durante esse tempo e, os prejuízos podem ser enormes. Se um software de manutenção, adequado estiver instalado, pode minimizar o tempo de inactividade e poupar muito dinheiro.

Postado por Cláudia e Bruno